Skip to content

Como usar o verbo HAVER

by em 29/06/2010

“haviam muitos biscoitos” ou “havia muitos biscoitos”?

  • O verbo “haver”, quando usado com o sentido de “existir”, “acontecer” e “ocorrer” ou “tempo decorrido”.

Ex:  muitos biscoitos. // Existem muitos biscoitos.

Os verbos EXISTIR, OCORRER e ACONTECER flexionam-se normalmente (concordam com o sujeito):

Ex.: Existiam outros procedimentos. // Existe um grande segredo.

Ocorreram imensos desastres. // Ocorreu uma grande devastação.

Aconteceram vários imprevistos. // Aconteceu um novo acordo comercial.

->  A confusão tende a aumentar quando o verbo “haver”, no sentido de “existir”, é usado no passado ou no futuro e com sentido de tempo decorrido.

Ex.: Havia muitas crianças na escola? // Haverá muitas crianças obesas.

-> Tempo transcorrido (FAZIA)

Tinha adoecido, havia quinze dias. >> Tinha adoecido, fazia quinze dias

cinco dias não vejo meu namorado. // dois dias que não vem trabalhar!

O verbo “haver” foi empregado com o sentido de “existir“. Logo, está correta a versão com o verbo no singular conjugado no passado e futuro.

  • O verbo “haver”, no sentido de existir, torna impessoal também o verbo auxiliar (ir, dever, poder, etc.):

Ex.: Deve haver apartamentos vagos naquele prédio. // Deve haver formas de resolver esse problema. // Apesar dos desentendimentos que possa ter havido, o casal continua unido. // Podia haver complicações, quem sabe? // Deverá haver novas compras.

– com EXISTIR, ACONTECER, OCORRER:

Ex.: Deverão ocorrer novas compras.

Poderão existir novos grupos de estudo.

Vão acontecer muitas mudanças neste ano.

  • #ATENÇÃO: Quando o verbo “haver” é que faz o papel de auxiliar e tem valor equivalente a “ter”, será conjugado de acordo com o sujeito (quer junto a particípio, quer junto a infinitivo antecedido da preposição de):

Ex.: Nos próximos jogos da copa, hei de ir aos jogos. // Também a mim me hão ferido.  // Outros haverão de ter o que houvermos de perder. // Eles haviam feito vários pares de sapatos.

#Importante: o verbo “existir” faz concordância verbal normal, ou seja, com o sujeito.
Ex: Não existiram candidatos suficientes para este concurso.

http://www.tvcultura.com.br/aloescola/linguaportuguesa/sintaxe/concordancia-verbohaver.htm

http://www.brasilescola.com/gramatica/haviam-ou-havia.htm

Anúncios
3 Comentários
  1. luana permalink

    tataa!! adorei seu novo blog!!! rsrsrs
    beijuss

Trackbacks & Pingbacks

  1. Sujeito « @_Concurseira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: